Zé Maringá
O rei da sanfona caipira

 
 
 
 
 
 
 
 
 

  Na foto ao lado, Zé Maringá (José Aparecido Gênova), por ocasião da inauguração da Praça Belmonte, em Barra Bonita-SP em 2001. Zé Maringá foi o Sanfoneiro Oficial da inesquecível Dupla "Belmonte e Amarai", nas interpretações de belíssimos sucessos, tais como "Saudade de Minha Terra" (Belmonte - Goiá), "Terra Querida" (Nenete - Francisco Lacerda) e "Morena Cheirosa" (Nenete - Dorinho), dentre muitos outros!
  Em 1959, gravou, de sua autoria, o fox-trote "Loanda" e a valsa "Coração que sofre" de sua autoria e Manoel José Ramos. Em 1960, gravou a rumba "Amor cubano" de sua parceria com Piraci e a valsa "Triste serenata" de Piraci e Teddy Vieira. Em 1961, fez com José Russo o dobrado "Sete de setembro", gravado por Nardeli na RCA Camden. Em 1962, foi para a gravadora RGE e gravou a polca "Fogueteira" de sua parceria com Garcia e o maxixe "Fazendo hora", de parceria com José Russo. Nesse ano, fez com Mário Zan o "Tango para dois", gravado pelo próprio Mário Zan na RGE. Em 1963, Nardeli gravou seu dobrado "Primeiro de maio" com José Toller e sua polca "Ligeirinha". 
  Apresentou-se durante muito tempo na Rádio Difusora de Assis, SP, cidade em que viveu desde muito jovem e nela morreu, em 2010. Atuou na formação de diversos trios, como: Pirassununga, Piratininga e Zé Maringá, Belmonte, Pirassununga e Zé Maringá, Belmonte, Dino Franco e Zé Maringá, Tibagi, Miltinho e Zé Maringá.
  Sua participação mais duradoura foi no trio Belmonte, Amaraí e Zé Maringá. Foi também acordeonista de Nhá Barbina. Em sua passagem como músico contratado pela Chantecler, acompanhou todos os artistas que ali gravavam. Foi fundador do Forró Recanto Nordestino.


Foto de capa de disco gravado em 1980

Gravou treze LPs, três discos de 78 rotações, além de um compacto duplo. Ele residia na cidade de Assis e dava aulas de acordeom e teclado. Nasceu em 1932 em Candido Mota, também estado de São Paulo.


Clique sobre a foto de Zé Maringá, Belmonte e Amarai para ouvir Zé Maringá em Soca Pilão,
 que ele gravou no lp Chapéu de Couro, com a participação de outros artistas da sanfona, em 1967


 

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 
 

 

Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados