Sepé Tiaraju
Símbolo da resistência do povo Guarani



 
 
 

  Esta terra tem dono! - Com esta pequena e grandiosa frase, o guerreiro guarani Sepé Tiaraju deu início à resistência da nação guarani contra o branco invasor.  Sepé Tiaraju liderou o povo guarani durante o período que vigorava a experiência dos Sete Povos das Missões, um trabalho realizado pelas missões dos jesuitas, a partir de 1534. 
  Portugal e Espanha, mesmo sendo nações rivais, faziam suas "armações" políticas ao sabor do vento dos interesses econômicos. Assim, através do Tratado de Madri, acabaram trocando a Colônia de Sacramento pelo local já conhecido por Sete Povos das Missões, o que acabou deflagrando o ódio dos índios contra os impérios luso e espanhol. 
  Sepé Tiaraju, que havia nascido nas missões de São Miguel, estudou com os padres jesuitas e, líder nato, foi elevado a cacique da nação guarani e comandou a resistência dos índios contra Espanha e Portugal. 
  O povo guarani habitava a região que compreende a banda oriental do Uruguai, parte da Argentina, Brasil e Paraguai, e era justamente essa parte que os espanhóis queriam anexar à coroa. Dai a célebre frase de Sepé Tiaraju e o começo das lutas. 
  O líder guarani é considerado o símbolo da indianidade das 215 nações indígenas que ainda habitam terras brasileiras. Sepé lutou pelo direito à terra, à cultura e lingua e pelos costumes do povo guarani. E com o estudo com os padres, ele conhecia perfeitamente os malefícios da dominação colonialista. Sua imagem ficou associada à imagem do homem da terra, dizendo não ao opressor. Em carta aos que queriam tomar as terras dos índios, Sepé escreveu: "Não queremos dar nossas terras. E não queremos andar e viver onde quereis que andemos e vivamos. Jamais pisaremos vossas terras para matar-vos ou empobrecer-vos, como fazeis aos índios guarani e o praticais agora"... 
  O primeiro herói brasileiro foi assassinado em 07 de fevereiro de 1756, na chacina de Caiboaté, perto de onde hoje é Bajé, RS. Sepé Tiaraju foi sepultado às margens do rio gaúcho Vacacaí. Antes do massacre, havia 150 mil índios guarani apenas nas missões. Hoje, em todo o Brasil, eles somam cerca de 41 mil almas, vivendo em sete estados: Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.
 
 


Ruínas das Missões de São Miguel

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 

 

                     Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados

Palestras, mostra e venda de artesanatos
indígenas e ervas medicinais. 
 Pajé Darã e Pacuery - Aldeia Tereguá
Avaí-SP - Tel (14)8124 .1569
Atenção: o pajé Darã mudou-se para a aldeia de Antonina (PR).   Informação sobre as 
aldeias, falar com a Funai:  9715.9658  ou 14-3224.2940 (Chicão). 

Informações da comunidade
indígena dos EUA
Acesse Índios On Line. Saiba verdades que não lerá em jornais.