Comércio internacional

Polônia - 10 anos atrás


Ao alto, uma das paisagens da milenar Polônia
 Polônia busca atrair empresários brasileiros






 
 
 
 

  No dia 14 de dezembro de 2007, numa 5a feira, na sede da ACIB – Associação Comercial e Industrial de Bauru, teve lugar um encontro internacional de empresários através do seminário Polônia – O seu parceiro na União Européia.  O seminário teve início às 10hs e após o encontro, foi oferecido um almoço aos presentes.
 O evento, primeiro desse porte a ser sediado em Bauru, pela ACIB, foi realizado através da cooperação entre a FACESP – Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (RA12), Associação Comercial e Industrial de Bauru e da embaixada da República da Polônia no Brasil.
  O palestrante do seminário foi o sr. Piotr Maj (foto ao lado), conselheiro-chefe do Departamento de Promoção Comercial e Investimento da Embaixada Polonesa, que apresentou as características do mercado polonês dentro da União Européia e as oportunidades de negócios para os empresários brasileiros, no caso em questão, o empresariado bauruense e da região.
    Este trabalho, segundo Maj, feito em todo o Brasil, teve início com a criação da Câmara Nacional de Comércio e Indústria Brasil-Polônia, em 1993. A missão primária é levar empresas polonesas a conhecerem o Brasil, e vice-versa, ajudando, de maneira sustentada, o estabelecimento de relações comerciais das empresas brasileiras com a Polônia. Além disso, todo esse trabalho tem por objetivo final transformar o Brasil em opção comercial para a Polônia, que busca novos parceiros fora do eixo Europa-Estados Unidos, no qual, grandes multinacionais como a Microsoft, Intel, Shell, Eletrolux AB e outras, já instalaram filiais na Polônia.
    Piotr Maj, além de conselheiro-chefe do comércio da Embaixada da Polônia no Brasil, é também vice-presidente de honra da Câmara Nacional do Comércio e Indústria Brasil-Polônia, e está no Brasil desde 2003. Natural de Cracóvia, antes da palestra sobre as facilidades de investimentos em seu país, ele mostrou um filme sobre o mesmo. 
  Terra de Frederic Chopin, a Polônia, que tem 1050 anos hoje, foi praticamente destruida na Segunda Guerra Mundial, mas, graças à garra do seu povo, foi reconstruida em apenas 60 anos, sendo hoje um dos países de mais destaque em turismo, cultura, indústria e comércio da União Européia, tendo, a partir da década de 80, um gráfico ascendente em PIB, renda per capita e consequente qualidade de vida. 
  Empresários da região, que não puderam participar do Seminário, podem obter mais informações no site www.poloniatrade.org.br ou pelo e-mail conselheiro@poloniatrade.org.br. O GNT não garante que o endereço ainda seja o mesmo, mas, com a tecnologia da informação hoje, é fácil para quem se interessar,encontrar a Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Polônia.

À esquerda, um prédio em Poznán, que é uma antiga cervejaria, mas com uma 
arquitetura tão contemporânea, quanto os modernos prédios de hoje. 
Ao lado, Praça do Mercado, Wroclaw, Polônia. Ao alto, foto Piotr Maj, por Sergio Ferraz

 

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 
 

 

Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados