O Duelo de OK Corral
O real e a lenda
Wyatt Earp - Ilustração: Scanmaniacs


 
 
 
 
 

 O tiroteio no O.K. Corral foi uma troca de tiros rápida. Durou apenas trinta segundos entre os bandidos e os homens da lei. É um dos tiroteios mais famosos da história do Velho Oeste dos Estados Unidos. O confronto aconteceu às 3:00h da tarde de uma quarta-feira de 26 de outubro de 1881, em Tombstone, Arizona. Segundo a história real, foi resultado de uma longa rixa entre os cowboys Billy Claiborne, Ike Clanton, Billy Clanton, Tom McLaury e Frank McLaury de um lado e do outro o delegado Virgil Earp e os oficiais de polícia, seus irmãos Morgan Earp e Wyatt Earp, com apoio do dentista, jogador e pistoleiro Doc Holliday. Os motivos que levaram à inimizade são complexos e debatidos até os dias atuais. Billy Clanton e os irmãos McLaury foram mortos na troca de tiros. Ike Clanton, que havia ameaçado matar os Earps, não foi ferido e conseguiu fugir, junto com Billy Claiborne. Virgil, Morgan e Doc Holliday foram feridos, mas Wyatt Earp não. Esta luta acabou por simbolizar o período da história americana do Velho Oeste quando as fronteiras eram consideradas uma região sem lei, fora do alcance da justiça, com as autoridades policiais, em pequeno número, tendo que proteger uma vasta área no oeste dos Estados Unidos, deixando muitas regiões sem supervisão. Esse é o fato.
 
 

Doc Holliday e Wyatt Earp

 O duelo de OK Corral  não foi muito conhecido pelo público americano até 1931, quando Stuart Lake publicou uma famosa biografia, Wyatt Earp: Delegado da Fronteira, depois da morte de Earp, em 1929.   Após o livro, vieram os filmes na mesma trilha, tomando por base os escritos de Lake. Um deles foi My Darling Clementine de 1946. No Brasil, o título foi Paixão dos Fortes, com Henry Fonda e Victor Mature nos papéis de Earp e Doc, respectivamente. Depois, Gunfight at the O.K. Corral de 1957 (aqui, Sem Lei e Sem Alma), com Burt Lancaster como Wyatt Earp e Doc Holliday foi interpretado por Kirk Douglas.  Desde então, o lendário duelo foi retratado em diversos filmes westerns, peças e livros, se tornando comum na cultura pop do Velho Oeste americano.
 Mas, apesar do nome, o tiroteio não aconteceu dentro ou perto do prédio do O.K. Corral. O tiroteio aconteceu, na verdade, perto de um estudio fotográfico na rua Fremont, próximo a O.K. Corral.
 De acordo com os dados oficiais, cerca de 30 tiros foram disparados em aproximadamente 30 segundos. Ike Clanton, cujo irmão Billy foi morto, entrou na justiça contra os irmãos Earp e Doc Holliday, com acusação de assassinato. Os dois homens da lei foram  exonerados de seus cargos por um oficial de justiça local após as primeiras ouvidorias.
 
 


A explosiva Tombstone - foto de 1881 - Autor desconhecido

  Ainda segundo os dados, o tiroteio não acabou com a rixa. Em 28 de dezembro de 1881, Virgil Earp foi emboscado e ferido gravemente por um grupo de cowboys amigos de Ilke. Em 18 de março de 1882, outros cowboys assassinaram Morgan Earp em um bar. Ninguém foi processado por estes dois crimes. Wyatt Earp, então como delegado no Condado de Cochise, resolveu fazer justiça com as próprias mãos e seguiu numa missão de vingança. Quatro cowboys foram mortos nisso. O xerife Johnny Behan perseguiu Wyatt mas não o pegou. O lendário homem da lei morreria de causas naturais. Doc Holliday  morreu num hospital, de tuberculose.
  Os dois filmes acima citados mostram um Earp sensato, corajoso, respeitador da lei e apaixonado por uma mulher. De fato, ele era apenas corajoso, assim como Doc Holliday, que participou do duelo no OK Corral e Bat Masterson, que mais tarde se juntaria a Earp. Mas eram homens brutos, segundo a história, briguentos, viciados em jogos e desleais. Chegaram até a se meter em assaltos. Nada dos heróis imitados pelas crianças e que arrancavam suspiros das mulheres. Tais heróis do Velho Oeste, pelos dados conseguidos, só existem em filmes...

Dados sobre o filme Sem Lei e Sem Alma. Mais abaixo o clipe
explorado em todos os filmes como o mais emocionante, que é quando 
Earp, seus dois irmãos e Doc seguem pela rua em direção ao OK Corral

  No filme Paixão dos Fortes, Doc Holliday morre no tiroteio; já no Sem Lei e Sem Alma, ninguém morre, a não ser os cowboys bandidos...As curiosidades legais no segundo filme, é que ele foi produzido por Hal Wallis, o mesmo produtor dos filmes de Elvis Presely mais tarde. Também o roteiro do filme foi escrito por Leon Uris, o famoso escritor do best-seller Êxodus. No filme, ainda jovens e desconhecidos, trabalham Dennis Hopper, famoso mais tarde pelo filme Sem Destino, ao lado de Peter Fonda, filho de Henry Fonda e Lee Van Cleef, que também ficaria famoso estrelando bang-bangs italianos. A mocinha do filme é a estonteante Rhonda Fleming.

Filmes sobre o anti-herói Wyatt Earp e seus companheiros

A Vingança de Wyatt Earp - Val Kilmer - 2012 - Wyatt Earp - Kevin Costner - 1994
Retorno de Wyatt Earp - Hugh O'Brian - 1994 - Tombstone - Kurt Russel - 1993 
I Married Wyatt Earp - Bruce Boxleitner - 1983 - A Hora da Pistola - James Garner - 1967
Masterson of Kansas-George Montgomery-1954- Paixão dos Fortes - Henry Fonda - 1946
A Lei da Fronteira - Randolph Scott - 1939


 Clique para ver

 

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 
 

 

Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados