Janusz Korczak
O herói dos órfãos

Ele deu a vida para que as crianças fossem adultos saudáveis, 
espiritual e mentalmente. Mas os diabólicos nazistas pensavam de outra forma....

 


 

 

   Se uma criança é constantemente criticada, ela aprende a odiar. Se a criança vive em hostilidade, ele aprende a agressão. Se uma criança é ridicularizada, ele se retira. Se uma criança cresce em reprovações, ele aprende a viver com sentimentos de culpa. Se uma criança cresce em tolerância, aprende a aceitar os outros. Se a criança é encorajada, ele aprende a acreditar em si mesma. Se a criança é elogiada, ele aprende a ser grata. Se uma criança cresce com honestidade, ela aprende a ser justa. Se uma criança vive em segurança, ela aprende a acreditar nas pessoas. Se uma criança é apoiada, ele aprende a valorizar a si mesmo. Se a criança vive em compreensão e amizade, ela aprende a encontrar o amor neste mundo...
   Assim pensava, escreveu e provou com a própria vida o doutor  Janusz Korczak,  pseudônimo de Henryk Goldszmit, também conhecido como o “velho doutor ou o senhor doutor”, nasceu em Varsóvia, no dia 22 de julho de 1878. Foi um destacado educador polonês, escritor, médico e figura pública da primeira metade do século passado. Ele recusou a liberdade que lhe ofereceram ao final e preferiu ficar com 200 crianças  da chamada "Casa dos Órfãos", fundada por ele, que foram levadas de Varsóvia para o campo nazista de extermínio de  "Treblinka". Em agosto de 1942 foi crucificado ao lado delas e de seus corajosos auxiliares na câmara de gás daquele campo.


 

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 
 

 

Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados