Celio Catalan
Nascido em São Manuel, empresário em Barra Bonita
e músico da famosa Orquestra Continental!
 

Músico, contador e empresário do comércio em Barra Bonita, 
Celio  Catalan é um exemplo de trabalho e dedicação para os mais jovens. 



 
 

  Nascido em São Manuel em 1940, Célio  mudou-se para Barra Bonita com a família  em 1969, onde montou aquela  que se tornaria a mais famosa Loja de diversidades da região: A Barra Som. No inicio ela era conhecida como Barra Som jornais revistas e presentes, pois também vendia discos de vinil. O CD não existia ainda. Célio seguia o mesmo caminho do seu irmão Cid que já trabalhava no Comércio de revistas e jornais em São Manuel.  Célio Catalan,  mesmo com a loja, continuou trabalhando  com Contabilidade em São Manuel por 2 anos, depois conseguiu trabalho na Dierberger onde trabalhou por mais 8 anos .Como ele mesmo conta, nesses dez anos  sua esposa  d. mariinha  tocava a loja apenas com sua equipe ,  tendo como seu braço direito  a funcionária Nice, que trabalhou na Barra Som até sua aposentadoria. Somando esforços com a esposa , mais ficando apenas na parte administrativa, Célio ainda assim  continuou trabalhando como contador, mas gratuitamente ajudando na contabilidade do asilo São Vicente de Paula. Mas Célio Catalan ia muito além de tudo isso  pois era músico. Desde os 14 anos de idade a música era sua verdadeira paixão, apesar de também amar a dupla o Gordo e o Magro. Célio começou tocando sax-genes  aos 14 anos na banda municipal de São Manuel. Aos 16 anos estudou trombone  em Jaú. Seu professor pertencia à famosa orquestra Continental. Em 1960 foi convidado a tocar em uma orquestra que se formava  em Barra Bonita, SP ( mais a coisa gorou) . Porém, em 1962 Célio já era profissional  e  integrava  a orquestra Continental. Ele lembra com tristeza  que a partir de 67 as  grandes orquestras foram acabando no Brasil, dando lugar aos Beatles e demais bandas de rock. Assim mesmo Célio ainda participou em Bauru do Brazilian Ritmo,  que chegou a gravar um LP  e depois ele tocou na conhecida  orquestra Capelloza.  Ao final  Célio ainda participou por um bom tempo  do quarteto de trombones chamado  Trombones e Cia. O músico preferido de Célio Catalan é Tommy Dorsey,  trombonista e trompetista norte-americano. 

Ir para Memória Viva 14

 

GRANDES MATÉRIAS
MUNDO SERTANEJO
NOSSOS HERÓIS
REVOLUCIONÁRIOS
ESPECIAIS
HOME PAGE
 
 
 
 
 
 

 

Sergio Ferraz - Todos os direitos reservados